Corpos Circenses [Painel]

Filtros:
Data
  • 28 de ago
  • 29 de ago
  • 30 de ago
  • 31 de ago
  • 01 de set
  • 02 de set
  • 03 de set
  • 04 de set

Corpos Circenses [Painel]

Com Ana Flavia Garcia, Vi Marquez, Giovanni Venturini e Ana Luiza Bellacosta

Data e hora

02/09 • 15h00 às 16h30

Adicionar ao Google Calendar

Duração 90 min.

Recomendação etária: 14 anos

O circo sempre deu espaço para os mais variados corpos, mas o papel dessa diversidade – e sua representação nas artes – vem mudando nos últimos tempos. Para discutir a multiplicidade dentro das artes circenses, este encontro reúne o ator e palhaço Giovanni Venturini, que tem nanismo, a contorcionista transexual Vi Marquez e a palhaça e diretora Ana Flavia Garcia, que é gorda.

Eles conversam sobre a presença de corpos distintos no picadeiro e como eles são vistos historicamente dentro da arte circense. “Muitas vezes, há monstrificações que são depositadas nesses corpos atípicos”, diz Ana Flavia. “Precisamos estar atentos para sair do lugar de alvo e ir para o lugar de flecha. Toda vez que nossos corpos são postos em xeque, temos que reverter esse quadro e saber nos colocar.”

A palhaça e diretora Ana Luiza Bellacosta faz a mediação do debate, que conta com a apresentação de Marina Zan, da Gerência de Ação Cultural do Sesc São Paulo.

Ana Flavia Garcia é diretora e palhaça, criadora da personagem Geleia. Atuou em espetáculos como “A Incrível Mulher que Virou Jarro (A Origem)” e “Tsunami” – pelo qual recebeu o Prêmio Sesc do Teatro Candango 2017, do Sesc DF, de melhor atriz. No seu trabalho, pesquisa corpos decoloniais e dissidentes.

Vi Marquez é contorcionista e artista circense. Formada pela Escola Nacional de Circo (ENC), com experiência anterior em dança, ela aposta na união dessas duas linguagens artísticas. Ela também se qualificou no Curso Técnico em Arte Circense 2017-2019.

Giovanni Venturini é ator e palhaço. No teatro, já trabalhou com grupos como Parlapatões e Banda Mirim, além de integrar o elenco do espetáculo “Vida de Circo”, da Cia. Circodança. Em 2018, escreveu o monólogo “Anão Ser”, baseado em suas vivências e suas poesias.

Ana Luiza Bellacosta é atriz formada pela UNB, produtora cultural e especialista em palhaçaria clássica pela École de Clown et Comédie Francine Cotê Montreal (Canadá). Fundadora do Cabaré da Nega e integrante da Andaime Cia de Teatro, pesquisa comicidade negra e revisão de conceitos de gênero e raça na construção do humor.

Assista aqui.

Data e hora

02/09 • 15h00 às 16h30

Adicionar ao Google Calendar

Duração 90 min.

Recomendação etária: 14 anos

Programação relacionada
Maquiagem Circense [Oficina]
  • 28/08 • 16h00

Com Jaque Ramirez

Circo Misterium (ao vivo)
  • 03/09 • 19h00

Com Barracão Teatro

Compartilhe

Programação ao Vivo | ago - set 2021