Dois irmãos entre o arco e a flecha

Lembra de quando éramos crianças e brincávamos com nossos irmãos, primos ou colegas da escola? Geralmente é nessa época que fazemos destas companhias as nossas primeiras amizades, mas também encontramos nelas o primeiro indício do nosso espírito competitivo.

O espetáculo DOIS, que integra a programação do Festival Circos 2017 propõe um olhar para uma relação de cumplicidade e competitividade entre dois irmãos que compartilham uma história e um talento incomum: Luis e Pedro Sartori do Vale vivem das artes circenses e compartilham do peculiar hobby do arco e flecha.

A busca pela formação profissional em Circo levou os irmãos para fora do Brasil e, após anos de trabalhos em algumas companhias internacionais, resolveram juntar-se para criar, dirigir e atuar um espetáculo que tratasse de temas como intimidade e rivalidade por intermédio do arco, flecha e tudo que o circo pode oferecer. Agora, os dois retornam ao Brasil para compartilhar conosco o produto deste reencontro.

Dois (Circos) - Sesc Santana

Como numa Brincadeira

Dois é um espetáculo leve e engraçado que assume uma forma tensa e perigosa; como duas crianças numa brincadeira onde, inevitavelmente, alguém vai se machucar. Esta sensação se intensifica quando percebemos um alvo colocado no meio da plateia, mas a habilidade de Pedro e Luis não nos faz temer por uma flechada perdida e todos saem do espetáculo sãos e salvos. A apresentação cresce no momento que os irmãos assumem a estética da performance com elementos circenses, trazendo outras possibilidades de jogo com o arco e a flecha. Através de uma iluminação que valoriza a velocidade das setas atravessando o palco escuro, os irmãos conseguem propor variações que trazem elementos do teatro de sombras, da animação de objetos, entre outras. O desfecho do espetáculo apresenta uma composição que personifica a relação de fraternidade em função da perícia no acerto dos alvos.

Em DOIS, buscamos explorar tanto nossas similaridades quanto nossas diferenças, em aparência, fisicalidade, personalidade, linguagem e especialidade técnica.

Características que às vezes nos unem, às vezes nos separam, às vezes nos confundem. Inspirados por experiências e memórias pessoais, criamos imagens e situações físicas lidando com temas referentes ao relacionamento entre irmãos, Luis e Pedro Sartori do Vale

Após seus 50 minutos, DOIS deixa clara a sensação de profundidade no contato entre os irmãos Sartori do Vale, a sensação de que estamos vendo algo nutrido antes de qualquer pretensão artística ou profissional. DOIS mostra uma relação baseada na confiança. E você? Confiaria na mira de seu irmão para acertar o alvo na sua cabeça?

Escrito por
Geraldo Cruz e Wagner Linares